domingo, 23 de setembro de 2012

Desordem

Vivia fora do próprio tempo.
Chorava a morte do filho não tido.
Gritava o nome de amores imaginários.
Jorrava sangue por feridas cicatrizadas.
Sentia ciúmes pretéritos e saudades futuras.

4 comentários:

Anônimo disse...

Confia em ti mesma, que vamos vencer essa campanha!
Porto Alegre precisa de alguém que SENTE. Ponto. Essa é a Manuela.
Tudo de bom!
Beijão!
Pedro

Anônimo disse...

A coerência é uma virtude da juventude. Mantenha-se. Uma boa semana candidata.

Jacinto Vitória/ES

Anônimo disse...

Tu tem que ser tu mesma em plenitude. É isso. E é dificil. Age pela intuição. É o que o povo quer de ti, e precisa.

Força! Todos eles sabem o que tu representa para nós.

José Eron Lucas Nunes disse...

Ciúmes pretéritos e saudades futuras, boa antítese. Gostei!