sábado, 26 de junho de 2010

Encontro marcado

Não. Não era possível fugir da própria estória, ele concluira, tarde demais para voltar no tempo, cedo para corrigir o que viria. Sob um certo aspecto talvez fosse até simples. Bastava fechar os olhos, lembrar do passado recente, forçar a memória com a infância e lembrar de um tempo em que tudo era simples. Sim. Podia ser simples de novo. Bastava marcar um encontro consigo mesmo.

3 comentários:

Marinha disse...

Quanto mais a menina deixa a mulher se mostrar, melhor fica passar por aqui.

Eduardo Tajra disse...

Moça do Sorriso, moça do sorriso bonito, mais pra cá, no tempo, ela, a música, lembra uma música do Girassol, talvez o sol seja um sorriso, quem sabe, sorriso radiante, o Girassol segue um sol radiante, segue pela abóboda celeste, persegue, quem sabe um sonho, é um sonho de moleque, segue um sonho de menina.

Girassol (Cidade Negra)

Anônimo disse...

Que vergonha!

http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2010/06/474024.shtml