terça-feira, 28 de agosto de 2012

Menos machismo, mais debate


Todos que me  acompanham por aqui, sabem o quanto defendo a democratização da informação, a transparência e a liberdade na rede. Acredito na internet como uma ferramenta fundamental na horizontalização da comunicação, de diálogo. Por isso uso tanto as redes sociais! Por isso, mais uma vez, venho aqui escrever sobre as eleições e sobre o machismo que persiste.

Entendo, claro, que o processo eleitoral mexe com a vida de alguns e, às vezes, até muda a forma de agir dessas pessoas (!)... Agora, jamais entenderei que tentem desconstruir meu passado, minhas lutas, minhas bandeiras. Não entendo que, em um momento sejamos aliados e, logo em seguida, o tratamento seja de inimigos e não de adversários. Como entender isso? Na minha política não cabe tudo. Cabem ideias!

Como querer que o povo entenda que quem é chamada a ajudar a eleger Dilma no segundo turno pela expressiva votação que fez, logo em seguida, seja proibida de usar sua imagem? Mais, como entender que aquela que, no primeiro turno das eleições passadas, esteve no programa de Tarso e Paim, não possa citá-los hoje?

Não tenho medo de repetir tantas vezes quantas forem necessárias: se me espremerem, sairá muito conteúdo. Conteúdo da militância no movimento estudantil, do meu mandato de vereadora, dos meus dois mandatos como deputada federal, como vice líder do governo Dilma no Congresso, como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, como vice-presidente da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público, vice da Comissão de Relações Exteriores  e tantas outras tarefas que assumi ao longo desses três mandatos e antes, como militante.

Já passei por isso, quando fui chamada, pelos mais machistas, de bonitinha e/ou musa. O que não esperava, é que repetissem isso numa candidatura do meu campo político novamente.

Há algo mais machista do que afirmar que uma mulher jovem fala bonito se for espremida... (dá a entender que não sai nada!)?

Claro... A mulher jovem não pode ter estudado em Harvard, não pode ter representado o Brasil em simpósios na Tailândia, China, EUA... Como assim? No fundo, as mentiras da rede são baseadas nesse pensamento. Aliás, a mulher tem que achar graça do Tumblr que fala de sua sexualidade, unhas, cabelos, peitos e em que tratada como histérica. O prefeito homem tem direito de ir à Justiça porque foi dito que teria um filho fora do casamento. Atentem para a diferença de tratamento. Nenhuma linha sobre a ida do prefeito à Polícia Federal para pedir investigação a respeito do filho. Centenas de questionamentos a mim. Tenho que rir do machismo, tenho que achar graça. Sim, porque comunicar à Justiça que me importo com isso foi considerado por alguns um ato de covardia(!).

Não será o machismo escondido e mal disfarçado que tirará de mim tudo o que de fato estudei, todas as soluções que vi e que acredito serem possíveis em Porto Alegre. Podem até tentar  confundir as pessoas através de mentiras nas redes, divulgando mentiras.

Convido, por isso (e mais uma vez!), todos a debatermos a cidade. Sim, porque eleição deve ser isso: debate sobre a cidade.

Às vezes me pergunto se querem debater minha vida ou a da cidade...

Eu quero debater a cidade. Essa cidade merece ser debatida!

11 comentários:

CONVIVER PARTILHAR disse...

Parabéns, Manu!
Não podemos abrir mão de princípios. Porquê com a eleição as pessoas não podem contar com quem estavam comprometidos? Temos que superar todo pré-conceito ou estereótipo.

Talitta disse...

Oi Manuela!

Consigo compreender todas essas dificuldades machistas que são enfrentadas todos os dias por nós mulheres. Ainda mais neste teu campo de atuação, acho bastante forte o machismo.

Força na caminhada! Sorriremos sempre, e as vezes não por acharmos graça. Mas sim, porque diante do absurdo, talvez seja a melhor maneira de expressarmos nossa dor. Sorriremos, talvez porque não mereçam nossas lágrimas.

Somos fortes! Seguimos!

Beijos :)

Talitta (RJ)

Guinei disse...

Pois é,minha cara prefeita Manuela,acabo de ler o teu texto e em vem a seguinte reflexão:e se tu fosses apenas uma militante desconhecida?Será que as falácias sobre a tua pessoa estariam rolando pelas redes?Pois é...Na verdade,muitas pessoas confundem questões políticas com coisas particulares.Os fracos não possuem argumentos políticos e nem sabem quem é a Manuela;por isso, tendem ocultar as tuas conquistas políticas em nome de uma ideologia toda particular e atrasada!Acredito muito na tua vitória para a Prefeitura de Porto Alegre,então como os machistas se referirão a ti?Musa da prefeitura?Isso,realmente,é ridículo!Concordo contigo:machismo de última!No mais,a tua trajetória política vai ser provada nas eleições!E que os inimigos(com bem referiste:não adversários)amarguem mais esta derrota em prol de uma grande vitória para a nossa linda capital!Belo texto!Grande abraço!

tesio da rosa disse...

oi Manuela quanto mais falaren de ti mais te fortalese pois tu teis carater atitude E um trabalho Diquino E Reconhecido por milhoes DE Pessoas E isso que interesa eisso ai que vai faser de ti A nosa Prefeita

Vanessa Wigger disse...

E-X-C-E-L-E-N-T-E!

Anônimo disse...

Deixa falarem. Os fracos, quando não têm argumentos, assim o fazem. É uma pena que não posso escrever isso nos meios de Comunicação de Porto Alegre. Escreveria sobre dois itens importantes: qual o motivo dos "velhos" não fazerem? E o segundo item seria sobre a falta de hombridade dos que temem perder e certamente isso acontecerá. Nesse caso atacam detalhes pessoais como a tua idade, beleza etc.
O certo que o teu maior concorrente nada fez e adota argumentos infantis (sem nenhuma perspectiva de se elegar) para incomodar-te. Só pode ser isso. Vamos lá, deputada licenciada. O atual prefeito se licenciou para fazer a campanha? Deveria tê-lo feito, porque leio as atividades de campanha e ele as faz no horário de expediente.

Serás a prefeita de Porto Alegre e conte com o voto de nossa comunidade.

Berenice Tobias Rochas

valeriobrl disse...

Gostei muito do Tuo post e continuo militando para te ver na Prefeitura. Abs, valerio

Unknown disse...

manuela um dia te falei
e tambem postei no orkut q vc ainda seria não só nossa prefeita mais sim governadora e tambem nossa presidenta kkkkk é serio
não existe ninguem com tanta capacidade competencia humildade e onestidade etc....são tantas qualidades q não cabe no texto,,
resumindo ,vc é a unica esperança q temos para mudar tantas injustiça feita com o povo ,,,
te amooooooooo linda e vamos tirar o machismo do poder chega de sofrer
giza do nordeste ...eu nasci em 06/05 q juntos formam (65)

Anônimo disse...

Manu, gostaria de um e-mail de contato seu. Queria lhe passar alguns interessantes projetos e detalhes.
utranco@gmail.com

Anne disse...

Queria poder ter um candidato com a sua garra e visão aqui em sobral-CE, votaria com gosto. Infelizmente terei que escolher o menos pior.

Saiba que mais que ganhar uma eleição, você esta inspirando pessoas. Chegou ate mim, aqui , tão longe fisicamente de onde vc esta.

Força, muita força. é o que desejo pra você.

JC Baldi disse...

Creio que nem é tanto machismo, mas é o velho terrorismo eleitoral, a velha tática de diminuir o outro, ridicularizar, já que não sabem salientar as qualidades dos seus candiadtos. É o medo de perder. As pessoas morrem de medo de perder eleição, parece que é um fracasso pessoal, sei lá, só Freud explica. Querem políticos decentes, mas fazem de tudo para denegrir a imagem de um candidato que não seja o seu.