quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Tempo

Há um tempo para tudo. Agora vivo o tempo da arrumação. Organizar as idéias, traçar planos, tentar descansar o corpo. Estou no tempo em que tudo o que há de mais vivo está para dentro. Já já jogo para fora. Aqui mesmo.

5 comentários:

Retas de vistas disse...

Não comentarei as mudanças de tempo nem o tempo das mudanças."Seja por dentro ,seja por fora".Há um tempo que nos reconstrói e um tempo que nos devora.Olhe-se no espelho! O que você vê,Manuela?O encerramento da era dos 20,da década da juventude?Eu vejo mais de 400.000 votos de devotos do tempo das mudanças.Confianças que pesam,mas que acentuam a auto-estima e a auto-confiança.Serás eternamente jovem,Manuela!Por fora e, principalmente,por dentro,bela. Os comunistas(os de verdade)os que lutam pelo reino de todas as igualdades,pelo fim de todas as injustiças e iniquidades,para que todos possam ser um dia plenamente diferentes,absolutamente singulares e únicos,jamais envelhecem!E quando morrem (e todos morremos,e eu bem antes de você,tomara!)continuam vivendo eternamente nas lutas dos que prosseguem sem tréguas, nem conciliação ou capitulação,as mesmas lutas que um dia travaram! Até um dia,Manuela!O tempo de minha "ciberneticidade" aparentemente se expirou!Gosto de livros e escrivaninhas.Vícios da idade.O segredo da sua "pupularidad" foi desvendado!Mas não o direi!Afinal,é um segredo guardado a sete chaves por mais de 400 mil gaúchos e um indimensionável número de brasileiros.

Anônimo disse...

ideias não tem acento.

jaqueline disse...

Adorei o Blog...*-*
Parabens!!
Seguindo...:D
http://mundexfeminino.blogspot.com/

8Poesias disse...

...quero ler
o que jogar para fora,
pois talvez conheça mais a Manu.
Afinal, nas crises e arrumações,
mostramos para nós mesmos
quem somos...
E se colocar para fora,
aqui no blog,
sei que gostarei de ler.

CONTRAPONTO disse...

Sugiro a leitura do Livro de Eclesiastes, pois dará uma boa complementação a este texto sobre o tempo. ele traz influências gregas ao pensamento hebraico, introduzindo a noção de que o bem e o mal não tem uma relação direta com Deus, que deve ser cultuado independentemente das condições de vida das pessoas. com este texto você perceberá que existem muitas seitas cristãs que ainda não chegaram ao Eclesiastes, e vivem do toma lá, dá cá com Deus.