quarta-feira, 7 de abril de 2010

Ficha Limpa

A bancada do meu Partido, o PCdoB, é favorável ao Projeto de iniciativa popular chamado de "Ficha Limpa". É evidente que tomamos cuidado para melhorar o projeto, para garantir que todos tenham direito a defesa e que ninguém seja processado intencionalmente por um adversário, por exemplo. Também é evidente que não existe projeto perfeito e que depois de aprovado teremos que avaliar o quanto ele é bom. A partir do regimento da Câmara o projeto não foi votado hoje. Deve ser votado no dia 29 de abril. E precisamos de mais mobilização para garantir que ele seja votado.
Eu, entretanto, quero chamar a atenção para vocês de um aspecto. O projeto Ficha Limpa ajuda a moralizar a política? Sim. É evidente. Por isso somos favoráveis. Mas ele não corrige, de maneira mais decisiva, o sistema eleitoral brasileira. Nosso sistema, do jeito que é, com financiado privado de campanhas, com voto que não valoriza aos partidos, é o grande responsável pela quantidade de fichas sujas que temos no Congresso. Com esse projeto impedimos que eles voltem. Mas não impedimos que surjam. Por isso, em minha opinião, devemos vê-lo como um passo. A caminhada é bem maior. E eu acredito que essa mobilização de vocês, que mandaram centenas de emails, mensagens pelo twitter etc, deve continuar. Ficha limpa sim, reforma política também.

7 comentários:

valeriobrl disse...

Com certeza è um bom inicio para enfrentar a "questão ética" na política.
Parabéns Manuela, Parabéns PCdoB.
Um abraço da Italia :-)

José de Arimatéa dos Santos disse...

Deputada Manuela, é um começo e um claro sinal que a sociedade começa a acordar para participar mais do processo político nacional.
Veja bem: nós aqui em Rondônia, trabalhadores em educação, estamos a quase um mês de greve pela valorização salarial e profissional. E o mais interessante é o grande apoio dos pais e alunos.
Abraço!
José de Arimatéa dos Santos

João Paulo M. disse...

Mandou bem, Manu!

Felipe Braga disse...

Estou com o Partido. E também acho que a caminhada é muito mais longa. Aliás, é uma estrada que não tem um fim. Progresso socialista, Reforma Agrária, enfim, lutas.
Admiro tua integridade, Manu.

Beijos.

Felipe disse...

Deputada, esse não é um bom projeto. Lembre-se que há um povo que quer, e talvez consiga, a criminalização dos movimentos sociais. Aí, a política, que seria a única salvação para os que foram assim tidos por criminosos, já lhes foi tirada peremptoriamente.

Tenho minhas dúvidas sobre a legitimidade de uma lei que declara que o homem deixou de ser político por algum fato - quando a política é da sua essência. A iniciativa popular é louvável, mas ela mesma pode abster-se de votar nos fichas sujas, sem pedir que um ato do poder lhe substitua a iniciativa e retire desde já a possibilidade de votar neste e naquele. Quando a gente pede que o poder vá substituindo nossa própria iniciativa, o poder pode começar a gostar da brincadeira...

Abraço!

André Guimarães disse...

Deputada Manuela Sou ex-militante do ME Secundarista, Trabalho na Assessoria do André Vargas PT do PR, Gostaria de saber como anda Politicamente o Projeto 1007/2007 da Meia Entrada Nacional ?

Diangela disse...

Manu, gostaria que você, se possível, esclarecesse melhor a questão do projeto ficha limpa. Tenho ouvido críticas de pessoas sérias, que dizem que esse projeto não é bom, levando em consideração o estado de classe e a justiça parcial. Como que vcs que estão discutindo o projeto veem isso, vide o comentário anterior do Felipe?