sábado, 24 de julho de 2010

Fazer campanha

Fazer campanha não é sempre uma maravilha. A tensão e grande, a dor de Cabeça dá o ar da graça, dormimos pouco, sempre falta dinheiro, todo mundo fica mas tenso.
Mas a alegria de ouvir as pessoas, de receber um abraço afetuoso de um desconhecido por  acreditar nas nossas idéias, de ver o sorriso de uma senhora de 75 anos porque ela diz ter esperança, tudo isso nos fornece energia para superar dificuldades.
Eu sempre penso que num mundo em que as relações são tantas vezes distantes e pouco carinhosas, num mundo em que todos os dias tudo o que a imprensa vende é que todos os políticos são iguais e não prestam, receber afeto por ser política é algo forte demais. 
Então estou me sentindo plena. Ando feliz demais com o que escuto nas ruas. ando feliz com minha vida mesmo em tempos de campanha. E trago a marca dessas palavras de carinho a cada dia para ter sempre força para superar dificuldades. Obrigada!  

1 comentários:

Retas de vistas disse...

Talão!Agente Joaquim falando!...Quem está na escuta?...Manuelginho?!...Mas o que fazes aí,ó meu filho,e quem foi que "tu" deu permissão para ingressares na "chede da Inteligêngia?"...Como se atreves a dizer que eu sou uma besta?...Há de se ver comigo quando eu voltar para Portugal!..Mas o quê?..Você não é o Manuelginho,mas sim o Joaquinginho?..Pergunta-me se eu esqueci que "eche" é teu nome secreto?..Ora,vá...vá chamar aí o teu pai,ó pirralho!..Talão,Manuel?..Ora,não me venhas com esta confusão "novamiente"!...nossos nomes secretos,Joaquim,secretos!..Bem,es-tive "novamiente" com a rapariga, a Manuela...Por que deveria ser Joaquina,Manuel,estás ficando louco!...Invisível?..Não,desta vez disfarcei-me de uma senhora idosa.E até ganhei um "béijo del'a". Não,ainda não!Informe ao chefe para "diger" ao Cavaco Silva e ao José Socrates que ainda não descobri a causa da "pupularidad'e del'a"...Penso que se for por causa do béijo ou do sourriso os dois estarão estrepados!...Até logo e desligo!