sábado, 26 de maio de 2012

Dia de feira!

Hoje foi dia de caminhar nas feiras! De falar com quem me conhece há uma vida! Quem me viu amadurecer... Foi dia de ganhar doce de coco na Epatur e abóbora com casca na Vasco, de tomar suco de uva, comer pastel integral da sorte. Sim! Eu tenho um pastel de moranga com castanha que me dá sorte há 8 anos, que vende lá na feira ecológica. Minha amiga vendedora está terminando a universidade com o PROUNI. Sei que meu amigo traz frutas do mundo todo para a feira da Vasco... Assim como sei a história de vida do vendedor de ambrosia da Epatur, da vendedora de amêndoas do Olímpico. E essas pessoas dão sentido para a ida na feira! Essas pessoas dão sentido para o que faço nesses oito anos de mandato. Essas pessoas que sigo olhando no olho.

A feira não é só a feira. A feira é encontro de gente. Gente. Isso é o que faz a nossa cidade, nossa!

4 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Caminho pela feira de minha cidade
como se folheasse um antigo album de fotografias, caminhar pela feira é habitar minha própria nostalgia.

Lúcia Bastos disse...

Boa tarde Manuela!
Vc poderia dar uma lida nas postagens deste grupo no face? https://www.facebook.com/groups/284204825009758/285510964879144/?notif_t=group_activity

@PimentinhaRED

Lúcia Bastos disse...

Boa tarde Manuela!
Vc poderia dar uma lida nas postagens desse grupo no face? https://www.facebook.com/groups/284204825009758/285510964879144/?notif_t=group_activity

Abraço,

@PimentinhaRED

Andréa disse...

Eu também amo caminhar por feiras e mercados, observar a sua gente, seu movimento...é assim que a gente conhece uma cidade e seu povo.