domingo, 7 de dezembro de 2008

Um final de semana normal

Estou tendo um final de semana normal. Há, pelo menos quatro anos, não me dividia entre pendências com amigos, janta com meus irmãos, leitura, DVD's, Redenção com sol. Fiz o curso de batismo do Dudu e agora vou batizá-lo. Prova que a amizade é maior do que muitas coisas. Dudu é filho do Andrezão, dirigente do PTB. Meu amigo há tantos anos, adversários muitas vezes, aliado em tantas outras.
Ontem caminhei pelo Parque, me dirigindo à Igreja Santa Terezinha. Vi o sol de Porto Alegre, as nossas ruas, a nossa gente. Os nossos lugares. Ia a essa Igreja ainda pequena. Depois brincava no parquinho ali da frente, com meu avô. Tudo está no mesmo lugar. Mas a vida... Ah! A vida mudou tanto...
Todos devem sentir-se assim: todos os dias se reencontrando consigo e com seus lugares no mundo.

2 comentários:

Cátia Andressa da Silva disse...

Sinto-te rejuvenescendo ao ler este post...
Sinto saudades de ti assim, meio solta, das trovas nos congressos, dos barzinhos... mas quando te vejo na vida "anormal", sinto que é o curso do rio...
Beijos Manu

http://www.circodapoesia.blogger.com.br

mariana disse...

É sempre bom poder acertar...
se no passado eu implicava mto contigo, "não te dava o ovo mole das 10 horas se tu não me ajudasses na limpeza da casa", neste sábado (para mim nada normal-especial) me redimi: fiz panquecas aos meus pequenos, Fer e Manu, recheadas com o que eu tinha de melhor em minha casa: meu eterno amor por meus irmãos...
Saudades, Mari