quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Sobre Honduras

Eu sempre me surpreendo aqui no Congresso. Hoje, no horário de almoço, fizemos uma bonita manifestação em frente a Embaixada de Honduras. Dois eixos centrais: respeito ao Brasil e a nossa Embaixada no país e, além disso, denuncia ao golpe de Estado. Por que digo que me impressiono? Porque para mim são duas questões obvias. E muitos, inclusive que foram militantes pela democracia, questionaram isso. Como? A Embaixada e território nacional. Ou seja, cortaram nossa água e nossa luz, ameaçaram ao Brasil. Golpe de estado em pleno 2009? Quem defende? Quem legitima?
Não ao golpe em Honduras! Viva a America Latina livre!

7 comentários:

boardingpass2 disse...

Bom dia (boa noite, pq ainda não dormi!), deputada!

Confesso que meu interesse pela política aumentou pela sua participação naquele programa chato que não lembro o nome, mas gostei muito da entrevista, parabéns! Ah também gostei pq vc é jovem, gata (digo, muito bonita) e gaúcha (para os paulistanos, isso é sempre ponto a favor!rs) e isso incentiva mais os jovens a participarem ativamente da política!

Aproveitando p/ puxar o saco, parabéns pelo trabalho e transparência (através de blog/twitter) e por mostrar seu lado humano, mostrando que sabe fazer até um bom carreteiro - afinal, todos somos filhos de Deus - o que a torna ainda mais interessante! Só espero que as fábricas de mulheres lindas abram filiais no Sudeste, já que o monopólio está na região do Sul...

Beijos (posso me despedir de parlamentares assim?) e sucesso!

Leandro I. Ikehara
leandro_ikehara@uol.com.br
http://boardingpass2.wordpress.com

Geraldo Alves disse...

Saudações Camarada!!!
Ontem anoite ao assisti o manifesto de parlamentares Brasileiros/as em defesa da democracia é claro contra o Golpe em Honduras fiquei orgulhaso inclusive pelo fato de Você manuela está presente. Parabéns!!!

Anônimo disse...

Querida,
Parabéns pela manifestação, importante sobretudo em função do cinismo da direita, que ignorando ser o Brasil um país historicamente promotor mda concórdia nas relações internacionais, nos "acusa" de ingerência.
Um beijo,
Ronaldo Carmona.

emerson disse...

e ai manu...
primeiramente, qria te parabenizah pelo teu trabalho, especialmente, em relação aos jovens...

em relação ao golpe...de uma certa forma eu te apoio, temos q lutar contra esse tipo de golpe, com ditaduras rigidas e tal,sem liberdade,isso eh um absurdo...

porem, de uma certa forma eu discordo d ti...eu acho que tds devemos evitar tbm novos governantes "CHAVISTAS", q qrem se eternizar no poder...eu acho q o exercito ateh deveria tomar o poder, com o fim de resguardar a democracia, mas deveria ser uma ditadura livre, com liberdade de ir e vir e de expressao para o povo, como disse o arnaldo jabour ontm: uma "ditadura branca"....

ateh pq o golpe de honduras passou pela Suprema Corte, e pelo Congresso...

E AS ELEIÇÕES LA ESTAO MARCADAS PARA O FIM DE NOVEMBRO...
o exercito agiu bem, ao meu ver, pois esta resguardando a democracia, apenas errou em relação a cmo tratar o povo...

saudações COLORADAS...
bjo;

Emerson Harden...
SANTANA DO LIVRAMENTO - RS

Rafael Polidoro disse...

Concordo com você em partes. Este descaso pelo ameaço ao Brasil vem do saudozismo de setores do Brasil com relação à golpes de Estado.

Na minha opinião temos uma trinca de ditadores nos países Espano-americanos e ninguém comenta porque usam a bandeira "vermelha" como uma falsa fachada. E se está pintado de vermelho é "puro" para alguns "camaradas-inocentes".

Venezuela e Bolívia, princípalmente estes, estão com mais vocação do que nunca para aceitarem ditaduras.

Só tenho uma opinião firme quanto a este problema. Os haitianos estão errados mas está na hora de nossos diplomatas resolverem este problema antes que a força seja necessária para o bem de todos. Até sob a pena de demonstrar que sequer temos condição bélica de enfrentamento contra uma milícia revolucionária de um país falido.

Rigoni disse...

Achei muito bem intencionada e muito justa a manifestação, mas qual é o ganho real disso. Não é uma critica apenas uma duvida, não entendi mesmo?
América latina Livre e democrática é o que queremos. Todos nós!

Marilia disse...

Dep.Manuela, eu gostei muito da sua entrevista na RDTV, eu sou suplente de vereador da minha cidade, eu estava completamente decida a parar com a minha carreira política, mais quando a vi, tive novos projetos para minha caminhada tenho 25 anos, e gostaria muito de ter contato com você, se puder pega ai o meu e-mail é marilia-mmelo@hotmail.com