segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Band aid?

Band aid?
Não, obrigada.
Não sirvo para esconder o corte.
Sou água oxigenada, ardida, volume 40.
Depois de mim, gaze e esparadrapo.
Mercúrio?
Não, não saio na primeira lavada.
Não marco a pele apenas por fora.
Agulha, linha, pontos, cicatriz.
Muleta?
Não! Sou perna mecânica.
Não sou teus primeiros socorros, sou UTI.


2 comentários:

Anônimo disse...

Interessante- band aid - a cultura do "provisório permanente".
A solução improvisada , pela solução adequada.

Leti Abreu disse...

"Não sou teus primeiros socorros, sou UTI." kkkk, de onde você tirou isso? amei demais... Somos duas UTI's. Adoro ler seu blog, ver esse outro lado de menina, mulher, poeta...