domingo, 4 de setembro de 2011

Ambrosia

Éramos vereadoras e ela afirmava aos quatro ventos (e quantos mais quisessem ouvir) que cozinha maravilhosamente bem. Eu silenciava. Até que ela afirma fazer a melhor ambrosia do mundo. Exagerou. Mentiu. A melhor ambrosia do mundo era feita por minha avó Solange. Todos sabiam.
Eis que minha avó morre. E como disse no texto sobre a morte dela (está abaixo) nunca mais comeria ambrosia conversando com ela sobre o nada. Minha colega me abraça e diz: quando sentires falta de tua avó pede. Eu faço a ambrosia.
Muitos anos passaram.. Ontem foi minha festa de 30 anos. Minha colega chega, uma sacola nas mãos:  "pensei que sentirias muita falta de tua avó em teus 30 anos e mesmo com o Collares doente fui para a cozinha fazer ambrosia para ti".
Quanta sensibilidade. Que gesto! Que lindo!
Essa mulher, com quem divergi tanto na vida, é Neuza Canabarro. A prova de como podemos nutrir laços de amizade profundos mesmo divergindo das pessoas.  Obrigada Neuza. Minha avó estava entre nós.

6 comentários:

Anônimo disse...

Sra. Neuza Canabarro,

Sou filha da vó da Manuela e por motivos estritamente profissionais não foi possível comparecer à festa dos 30 (trinta) anos de minha sobrinha que amo tanto. Foi muito difícil a decisão de não ir. Estava, inclusive, com a passagem comprada. Obrigada pelo seu carinho e tenho certeza, como disse a Manu, que minha mãe estava presente, assim como todos os da família que não puderam comparecer também o estavam de coração. Quero compartilhar, em alguma oportunidade, com vocês a ambrosia.

um beijo carinhoso,

Clarisse Mendes d´Avila

Anônimo disse...

Quanta Sensibilidade mesmo, mas mais do que isso a demonstração de carinho e de consideração que tens por ti, provando mais uma vez que, realmente, todos que estão ao seu redor possuem um sentimento verdadeiro.
Parabééns Manuela, és uma pessoa admiravel e apaixonante!

Dandara Brandão

Malu disse...

Que história mais comovente e cheia de ternura.
Sim, muitas vezes as pessoas que mais gostam da gente são as quais mais divergimos.
Mas podemos mesmo assim ser grandes amigos.
Sua experiência prova isso e foi delicadamente contada.
Abraços

Rita Polli disse...

Hummm, até eu fique com vontade de provar essa ambrosia...

Talitta disse...

Manuela, me fizestes chorar com essa postagem. Que lindo! Que homenagem, que presente! Beijo grande! E felicidades. Muitos trintas pra você!

Brasileiro disse...

Pizza também é bom de comer...Mas não aquelas de Brasília.