terça-feira, 13 de novembro de 2012

Jogo do não

Nunca soube fazer o jogo do não.
Não gosto, não quero, não posso, não amo.
O jogo do eternamente em suspense, em pausa, em dúvida. O jogo do talvez não seja bem assim e eu não seja exatamente tua.
Sempre dou play e nunca pause. Se quero, falo. Se sinto, conto. Não há arrependimento em ser inteiro.
Sempre estou onde me vês.
Mas caminho.

5 comentários:

Anônimo disse...

fala muito bem sobre camas desarrumadas e espelhos lascadas

Anônimo disse...

permanece por aí que está ótima

Hxcxstreetoi Blogspot disse...

Manu parabens pelas postagens.
Saudaçoes Oi! do blog HxcxStreetOi! sempre te apoiaremos.

Hxcxstreetoi Blogspot disse...

Manu, continue assim, parabens pelas postagens.
Saudações Oi! do blog HxcxStreetOi!
Sempre te apoiaremos

Matheus YOGA disse...

Passe essa música. Sim são três letrinhas.